Somos obras da bondade e das mãos de Deus

“É feliz quem a Deus se confia”! Sl 1

Somos obras da bondade e das mãos de Deus. Uma obra que Ele começou e que se nós não resistirmos pelo nosso egoísmo e fechamento, não nos entregando ao pecado, Ele, com a sua misericórdia a concluirá. E como Ele pode completá-la?   Antes de tudo é bom lembrar que o Senhor nos deu o livre arbítrio. Ele não pode entrar em nossa vida, se nós não lhe permitirmos. “Aquele que nos criou sem a nossa participação não pode nos salvar sem a nossa colaboração”. É importante deixarmo-nos conduzir por Ele, permitir que suas mãos nos moldem. Sendo obras de suas mãos, podemos lembrar-nos da bela imagem do oleiro, como diz o profeta Jeremias, em 18, 1-6. ‘Somos como que o barro na mão do oleiro que é Deus. Aquele barro que se deixa formar pelos dedos do autor da obra’.

Portanto, devemos manifestar, ao longo da vida, como seus filhos e filhas muito amados, criados a sua imagem e semelhança o seu amor e a sua bondade que duram para sempre. Deixemo-nos conduzir por Ele. Bebamos da sua fonte vital em cada celebração litúrgica fortalecendo a nossa fé e tornando concreto o nosso amor a Cristo servindo as pessoas. Confie no Senhor, Ele nos acompanha e nos faz crescer. Shalom! Abraço fraterno,

 

Padre Aureo Nogueira de Freitas

Pároco Solidário Coordenador

 

Veja também