Setenário das Dores de Maria – Encontro de Jesus com sua mãe, o caminho do calvário

O Setenário das Dores de Maria que a Paróquia Nossa Senhora Rainha está realizando continuou na noite de ontem, dia 21 de março, com a celebração de uma missa e a meditação sobre a 4ª Dor de Maria (Encontro de Jesus com sua mãe, o caminho do calvário”), presidida pelo Frei Evaldo Xavier, da Paróquia Nossa Senhora do Carmo. O louvor foi conduzido pelo jovem cantor Vitor Monnerat, que foi acompanhado nos teclados por Milene Zanini.

Em sua homilia, Frei Evaldo falou da beleza da imagem de Nossa Senhora das Dores que estava no altar e disse que as pessoas geralmente têm medo da dor e da tristeza como se elas não fizessem parte da vida, parte da existência. “E muitas vezes nós não sabemos como reagir diante delas, o que fazer, nos sentimos perdidos, sem rumo”. O sacerdote lembrou que muitas pessoas reagem escondendo o rosto, tentando esconder a tristeza, quando na verdade a fé é a melhor resposta que temos diante da dor, da tristeza, da doença, da alegria e da saúde.

Frei Evaldo disse que “feliz de quem transforma pela fé o mundo, as relações, a dor, pois ela nos traz luz, nos traz esperança, nos traz a verdadeira paz”. Ele ressaltou que a fé é luz que afugenta toda treva, é remédio que nos dá a saúde da alma. Em sua meditação diante da imagem de Nossa Senhora das Dores, o sacerdote disse que “cada um de nós confia à Virgem Santíssima as suas dores, tristezas, angústias, alguém que necessita do seu carinho, do seu cuidado de mãe”.

Veja também