Seminário Gratia Plena – “Maria é uma escola”

“Maria é uma escola que precisamos frequentar diariamente”

 

“Encantador”, “carinho de Maria conosco”, “emocionante”, “restaurador”. Foram essas as palavras que alguns dos participantes do Encontro de Oração e Reflexão Gratia Plena, realizado pela Paróquia Nossa Senhora no sábado, dia 24, utilizaram para descrever o seminário. O encontro contou com a presença de mais de 550 pessoas, que se reuniram para ouvir as pregações de Orlando Nolasco, Fernandinho, Dra. Filó e Patrícia Large; a Santa Missa, presidida por Pe. Alexandre Fernandes; e o louvor, conduzido por Luiz Carlos, um dos nomes de destaque na música católica brasileira.

O evento teve início com a oração do terço e em seguida o psicólogo Orlando Nolasco proferiu a pregação “Recordar Cristo com Maria”. Em sua fala, o psicólogo afirmou que Maria nos leva para uma experiência cheia do Espírito Santo. Orlando ressaltou que a Virgem Maria entra em nossa vida como mãe e mestra. “Maria não fica no lugar de Deus, Ela coloca-O no centro de nossas vidas”, pontuou.   Logo após, Fernandinho – que é fundador da Comunidade Cenáculo, em Franca (SP) – conduziu a pregação “Contemplar Cristo com Maria”. O missionário afirmou que “Maria é uma escola que precisamos frequentar diariamente” e que é ela, a Mãe de Jesus, quem nos ensina a “permanecer de pé” mesmo diante das dores e do sofrimento.

Dra. Filó abordou o tema “Suplicar a Cristo com Maria”. A médica afirmou que Nossa Senhora é uma mediadora que atende seus filhos. “Maria não disputa lugar com Jesus, ela tem uma força de intercessão através da sua maternidade divina”. Após a pregação, Dra. Filó conduziu a oração do terço e Pe. Alexandre Fernandes, pároco da NSRainha, presidiu a celebração da Santa Missa – que também marcou a última meditação do Setenário das Dores de Nossa Senhora. Em sua homília, o sacerdote afirmou que Maria tinha profunda certeza de tudo que iria acontecer com seu filho Jesus. “A história da salvação foi meditada primeiramente no coração de Nossa Senhora”.

Na parte da tarde, Fernandinho, retornou para rezar o terço da misericórdia e falar sobre o tema “Mistérios se Cristo, Mistérios da Mãe”. Em seguida, foi a vez do psicólogo Orlando Nolasco conduzir a sua segunda pregação do dia, intitulada “Rosário bendito de Maria, doce cadeia que nos prende a Deus”. A última pregação foi conduzida pela médica Patrícia Lage, e teve como tema “Gratia Plena, Glórias de Maria”. Patrícia afirmou que Maria “renunciou a si mesma e ao mundo pelo seu filho Jesus. Ela é a seta que aponta para Deus”. Finalizando o encontro, mães que perderam os filhos levaram a imagem de Nossa Senhora das Dores durante a procissão no entorno da Paróquia.

Ana Paula Costa estava profundamente emocionada no seminário mariano. A participante conta que perdeu uma filha há um ano e meio. “As pessoas me acham muito forte, mas eu apenas tento seguir os passos de Nossa Senhora. Deus me sustenta e fortalece”, conta. Luana de Freitas disse que ficou sabendo do evento pela rádio NSRainha. “Estava acompanhando as pregações pela manhã através da Rádio e fiquei profundamente emocionada, o que me motivou a acompanhar o evento na parte da tarde. Saio daqui renovada”, revela.

Veja também