Retiro do GOFF – Pobreza, obediência e castidade

Os jovens do Grupo de Oração e Formação Fanuel (GOFF) da Paróquia Nossa Senhora Rainha viveram momentos de muita oração, louvor, pregação e reflexão no Retiro TAU realizado no último fim de semana, nos dias 24, 25 e 26 de novembro, na Casa de Retiro e Acampamento MPC, em São Sebastião das Águas Claras. “Foi um retiro muito especial, que reuniu jovens que já tinham participado da edição de 2015 do TAU, outros que já estão há muito tempo no GOFF mas não tinham participado de nenhum retiro e aqueles que entraram há pouco tempo no grupo”, disse Elisa Ragone, uma das coordenadoras do GOFF.

A coordenadora contou que os jovens, que têm entre 16 e 23 anos, participaram de diversas pregações. Na noite da sexta-feira (dia 24), a pregação foi da própria Elisa sobre “A busca da santidade”. “A ideia foi mostrar para eles que essa busca é possível e que eles podem fazer a diferença na juventude deles”. No sábado de madrugada, os participantes fizeram uma trilha e subiram uma montanha para ver o nascer do sol. Elisa explicou que o objetivo foi mostrar que a caminhada vale a pena quando se chega lá em cima e que, muitas vezes, nós não percebemos no dia a dia o quanto Deus se faz presente em nossa vida. “Lá em cima, fizemos uma oração de gratidão por toda a graça de Deus na nossa vida”.

Ao longo do sábado, os jovens participaram de mais três pregações relacionadas com as virtudes do TAU, que é um dos mais famosos símbolos franciscanos. Sobre “Castidade”, falou Júnia de Souza Pires do Rio; sobre “Pobreza”, a pregação foi do Tio Maurício; e coube ao coordenador geral do Fanuel, Thácio Leite, abordar a “Obediência”. Também no sábado, os retirantes participaram de várias atividades, como Oração do Terço diante do Santíssimo Sacramento, louvores entre as pregações, e partilha em família.

O retiro Tau superou por completo as expectativas da jovem Bruna Braga. “A exemplo de São Francisco de Assis, aprendemos o quanto somos chamados a santidade e quais devem ser as nossas atitudes para alcança-la. Todas as pregações e momentos de oração me fizeram perceber como Deus se faz nas coisas simples e pequenas para atingir nossos corações de maneira grandiosa”.

No domingo, os participantes tiveram um Momento de Maria, no qual Daniel Moreira falou sobre as “Dores de Maria”. “Foi mais um momento muito especial do Retiro, no qual jovens aprenderam a louvar Maria como nossa mãe”, lembrou Elisa. A última pregação foi de Flávio Campos, coordenador da Comunicação da NSRainha, sobre o tema “Graça”. O Retiro TAU, que reuniu 90 retirantes e 30 servos, terminou no domingo, quando os jovens participaram da Crisma, incentivando os crismandos a continuarem a caminhada no ano que vem com o GOFF, e, depois, da missa das 17h45, presidia pelo Pe. Alexandre Fernandes. Os encontros do GOFF em 2017 terminam na próxima quinta-feira e retornam em 2018.

Veja também