Reflexão do 4º Domingo do Tempo Comum

“Minha boca anunciará, todos os dias,vossas graças incontáveis, ó Senhor”, Sl 70

Neste 4º Domingo do Tempo Comum, 3 de fevereiro, fiéis celebraram o dia de São Brás e receberam a benção da garganta. Padre Aureo Nogueira de Freitas, pároco solidário, lembrou que fortalecemos a nossa fé e damos sentido a nossa esperança, em todos os domingos. “Acompanhamos o início da vida pública de Jesus, quando ele começa a pregar a Palavra, foi batizado, retornou a sua cidade natal e prega o evangelho para as pessoas. ‘Eu vim para que todos tenham vida. E tenham em abundância’. E a glória de Deus é o ser humano vivo. Por isso a profecia de Deus deve estar nos lugares mais sofridos, nos locais em que ela está sendo trocada por bens materiais. Ninguém é dono da vida. Recebemos a vida como dom de Deus, por isso, nosso dever como cristãos é sempre defendê-la”, ressaltou.

Ouça a homilia completa:

 

 

Veja também