Dom Walmor celebra a Eucaristia com enfermos

O arcebispo dom Walmor celebrou a Eucaristia, nesta terça-feira da Semana Santa,com os pacientes da Casa de Apoio à Saúde Nossa Senhora da Conceição. A instituição da Arquidiocese de Belo Horizonte ampara pessoas com HIV/Aids e pessoas em situação de rua que se recuperam de enfermidades, após alta hospitalar. São 60 pacientes acolhidos pela Casa de Apoio.

Na homilia, dom Walmor convidou todos a olharem de modo muito especial para Jesus, relembrando sua morte na cruz para salvar a humanidade. O Arcebispo ressaltou que todos estavam reunidos ali para reavivar no coração essa certeza, que tem de ser uma alegria, e uma grande força. “Por isso, cada um de nós está aqui, olhando a própria dor, o próprio sofrimento, sua luta e a luta de muitas outras pessoas, para acender, como uma chama, bem dentro do coração o que o profeta Isaías nos diz: “não somos perdidos no mundo”.

Em sua reflexão, o arcebispo disse que no mundo a gente sofre, tem muita luta, mas que estas palavras do profeta Isaías precisam ficar bem forte em cada coração: ‘o Senhor me chamou antes de eu nascer. Desde o ventre de minha mãe, ele tinha em mente o meu nome’. “Essas palavras nos dizem que, apesar de nossos limites e sofrimentos, cada um de nós tem um nome. Não se trata apenas do nome de batismo, de cidadão e cidadã.Temos um nome porque nós pertencemos a Deus, somos de Deus. Por isso, ele nos protege, caminha conosco. Não estamos sozinhos”.

O Arcebispo convidou todos a reavivarem, no fundo do coração, a certeza e a alegria do pertencimento a Deus, lembrando que neste gesto está a força de cada um. “A nossa força não está em nós mesmos, mas em Deus. E é com a força de Deus que a gente luta, que a gente encontra alegria para servir, para amar, para perdoar e nos sentirmos irmãos uns dos outros”. Dom Walmor sublinhou que essa força é que confere ao ser humano a capacidade para realizar suas muitas tarefas e para vencer as paixões do mundo.

Após a celebração, o Arcebispo cumprimentou e acolheu, com carinho, cada um dos pacientes e funcionários da Casa de Apoio.

Na Quinta-Feira Santa, às 9h, dom Walmor preside a Missa da Unidade, concelebrada por todo o clero, reunindo fiéis das quase 300 paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte, no Ginásio do Mineirinho. No Domingo da Páscoa do Senhor, dom Walmor preside Celebração Eucarística no Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Fonte: Arquidiocese de Belo Horizonte

Veja também