Descansar em Deus – O cristão não tira férias

As rotinas são boas e necessárias para a nossa organização, mas uma pausa nas tarefas é sempre bem-vinda e importante. Muitas pessoas aproveitam o mês de janeiro, período de férias, como tempo de descanso do colégio, da faculdade ou do trabalho. Costumam desacelerar a rotina, o que acaba englobando, por consequência, as atividades e responsabilidades nos movimentos pastorais da Igreja.

Mas, o que fazer com Deus nas férias? Muitas pessoas tiram férias de Deus, acham que o fato de viverem momentos agradáveis de descanso é uma recompensa pessoal e que não cabe a presença do Senhor. Quando convidamos Deus para participar das nossas férias, desejamos que Ele nos ajude a desfrutar de um dom que Deus nos oferece. Milene Costa, teóloga, explica que o livro de Eclesiastes nos ajuda a entender que o desfrute é um dom de Deus, mas que muitos não o “utilizam” bem nas férias. “Nem sempre aproveitamos bem os momentos de descanso. É comum muitas brigas e conflitos. A não permissão para o desfrute gera uma incompletude em nós, pois o desfrute é a liberdade para agradecer o que Deus tem nos dado”, pontuou.

A professora lembra ainda que as férias são para renovar as energias, restaurar o espírito, as emoções e os pensamentos. “Que possamos agradecer todos os dias, participar da missa em gratidão, descansar e encontrar no descanso a presença de Deus”, afirma.  O descanso é recomendado por Deus na Bíblia diversas vezes. Ele mesmo tirou um tempo para repousar, conforme apresenta a narração do Antigo Testamento: “E no sétimo dia Deus concluiu toda a obra que tinha feito; e no sétimo dia repousou de toda a obra que fizera” (Gn 2, 2).

Segundo o professor Hamilton Nascimento, que ministra o Curso de Catecismo da Igreja Católica na NSRainha, não existe nenhum tempo sem Deus. “As férias fazem parte do tempo de Deus, e Ele nos acompanha o tempo todo”. O professor ressalta a importância do descanso, afirmando que “é preciso estar bem fisicamente e mentalmente para continuar a obra de Deus. O descanso faz parte da espiritualidade e Ele está presente nesse período”.

Para a autônoma Magda Ferreira não existe férias sem Deus. “Tenho o propósito de ir à missa diariamente. Mesmo quando estou em outra cidade, procuro saber onde é a Igreja mais próxima para assim manter o meu objetivo”, destaca. Para a jovem Luiza Mol, servir a Deus independe de onde ela esteja. “Não deixo os meus deveres de cristão de lado. Por isso continuo com as minhas orações diárias e frequentando a missa, mesmo em outra cidade”.

Portanto, devemos lembrar sempre que descanso não significa falta de compromisso. É evidente que precisamos de uma pausa para recarregar as baterias, mas isso não quer dizer que devemos tirar férias de Deus, pois Ele nunca tira férias de nós. É Deus que nos mantém, sustenta e guarda, independentemente de onde estivermos.

Veja também