Notícias

Artigo – “Trabalhador, salário e sal”

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Em sal se pagava aos soldados romanos, daí a palavra salário e as expressões “vale seu sal” (worth his salt) ou “ganhando seu sal” (earning his salt). Antigamente, o sal chegou a ter o valor calculado a preço de ouro. Em sentido figurado, sal pode significar graça, vivacidade: É um […]

Saiba mais

Artigo – O “Não” segundo Vieira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Advérbio de negação, a palavra “não” é invariável. Gramatical e semanticamente. Um não é sempre não. Não tem jeito. Receber um não é sempre receber uma recusa. “Terrível palavra é um NON”, diz o Padre Antônio Vieira, que acrescenta: “Mata a esperança, que é o último remédio que deixou a […]

Saiba mais

Artigo – “Ou isto ou aquilo”

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Cecília Meireles escreveu “Ou isto ou aquilo; ou isto ou aquilo e vivo escolhendo o dia inteiro!” Cecília, poeta ou poetisa? A poetisa exigiu ser tratada de poeta por entender que a forma poetisa, gramaticalmente correta, desqualifica a mulher. Poetisa rima com papisa, mas “papam habemus”, temos papa. Sempre isto […]

Saiba mais

Artigo – “Inter vivos”

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Um amigo me comunicou a morte de sua esposa, “amada parceira de vida, a metade de uma assim pensada unidade”. Disse ter estado meditando e, sentindo-se reerguido, sabe que a vida, fora e dentro dele, continua. Dentro de nós dormem aqueles que a gente amou e que se foram ou […]

Saiba mais

Artigo – “Páscoa é…” – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com O que é e o que não é Páscoa. Páscoa não é água para chocolate, ou chocolate mesmo; nem coelhinhos nem ovos nem bacalhau, em profusão consumista. Não é boa forma a qualquer preço. Não é ceder ao canto da sereia das vitrines. Não é… Tanta coisa! Ah! Não é […]

Saiba mais

Artigo – “Igual-desigual” – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Consta que nem sempre grandes pensadores foram grandes gestores da própria emoção: Einstein, Franz Kafka, Freud, Gandhi, Kant, Schopenhauer… Da mesma forma, artistas famosos, cientistas, educadores e religiosos, psicólogos, psiquiatras. Mulheres também. Cada pessoa aporrinha do seu jeito. Fenômenos físicos são previsíveis. “Contudo, o homem não é igual a nenhum […]

Saiba mais

Artigo – Justiça humana – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Quem tem poder em geral acha que tem direito a privilégios e imunidades. Quem tem poder em geral a ele se apega por qualquer meio lícito ou ilícito. Quem tem poder em geral é adepto da omissão, da conivência, do corporativismo. Quem tem poder em geral se deixa picar pela […]

Saiba mais

Artigo – “Idolatrias” – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Acautela-te dos deuses com “d” minúsculo. Parecem absolutos, mas são relativos, temporários: dinheiro, ditadura da beleza, fama, consumismo, drogas, trabalho compulsivo (workaholic), joias, propinas, poder e mando, máquina. A máquina facilita sobremaneira a vida das pessoas, no espaço e no tempo, mas pode também tornar-se bezerro de ouro, objeto de […]

Saiba mais

Artigo – Perfil de mulher – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Corria o ano de 1851. A dançarina italiana Maria Baderna se exibe no Rio de Janeiro. Baderna conquistou uma legião de fãs. Daí a palavra “baderna” ficou associada aos barulhentos admiradores da artista, que passaram a ser identificados como badernistas ou baderneiros. Baderna, então, de sobrenome tornou-se substantivo comum, passando […]

Saiba mais

Artigo – Marcando o tempo… – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Vivemos contando os dias, as semanas, os meses, os anos, décadas, séculos, milênios. Calendário e relógio. Relógio da matriz, relógio de parede, de sol, de braço, do celular. Marcadores em algarismos romanos, o relógio de bolso, antigo, de ouro, lembra anos dourados. Hoje, peça de museu, de feira ou loja […]

Saiba mais

Artigo – Tempestade em copo d’água – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Fazer uma tempestade num copo d’água. A mídia é dada a isso, principalmente através de manchetes sensacionalistas. TV e cinema também costumam fazer sensacionalismos, de tal maneira que o público se sinta atraído. O governo também. Cria obstáculos, propositadamente de caráter burocrático protelatório, em situações de solução simples. A propaganda […]

Saiba mais

Artigo – “Comemorar aniversário” – Prof. Antônio de Oliveira

Prof. Antônio de Oliveira antonioliveira2011@live.com Aniversário se faz todo ano. Todo ano, a mesma coisa. Mas é diferente. Uma coisa é comemorar oito anos; outra coisa, oitenta. O dia em que completamos mais um ano é sempre um marco a mais. Demarca-se, todo ano, mais uma meta atingida. Há pessoas que escondem a idade como […]

Saiba mais