Qual a diferença entre Pároco e Vigário Paroquial?

Muitas pessoas possuem dúvidas sobre o papel do Pároco e do Vigário Paroquial dentro de uma Paróquia. De acordo com o Direito Canônico, conjunto de leis e regulamentos da Igreja Católica, o pároco é o “pastor da paróquia a ele confiada; exerce o cuidado pastoral da comunidade que lhe foi entregue, sob a autoridade do Bispo diocesano, em cujo ministério de Cristo é chamado a participar, a fim de exercer em favor dessa comunidade o múnus de ensinar, santificar e governar, com a cooperação também de outros presbíteros ou diáconos e com a colaboração dos fiéis leigos, de acordo com o direito.” (Can. 519).

Já o Vigário Paroquial ajuda o pároco no exercício de todo o ministério paroquial. “Para o adequado cuidado pastoral da paróquia, sempre que for necessário ou oportuno, pode-se dar ao pároco um ou mais vigários paroquiais que, como cooperadores do pároco e participantes da sua solicitude prestam sua ajuda no ministério pastoral, de comum acordo e trabalho como pároco”. (Can. 545). Vigário é, portanto, aquele que “substitui o outro”. O Papa, os bispos e os padres exercem sua autoridade em nome de Cristo, como seus vigários, ao serviço de toda a Igreja. Em nossa comunidade, Pe. Alexandre Fernandes é nomeadamente o pároco, enquanto Pe. Arnaldo Cézar atua como vigário paroquial.

Veja também